Mas o que é esse negócio de bio transformação na cerveja?

escrito por emporiodolupulo

Resumidamente e de forma bem objetiva, bio transformação nada mais é do que ter compostos aromáticos transformados. Na prática é conseguir resultados diferentes ou melhorados com adição de lúpulo em momentos diferentes no Dry Hopping. Geralmente no final da fermentação primária, onde ainda existe alta atividade das leveduras no processo de fermentação. https://www.culturematters.org.uk/index.php/culture/dining/item/2575-london-murky-mrs-t-and-the-politics-of-the-haze-craze Segredo das […]

Carbonatação forçada: os segredos de quem precisa fazer

escrito por emporiodolupulo

Existem duas maneiras de fazer carbonatação forçada. – Carbonatação forçada rápida: convecção forçada (agitação do barril) – Jogo rápido!!!!! – Carbonatação forçada lenta: difusão: quando deixamos o cilindro ligado até estabilizar na pressão desejada. Materiais necessários para carbonatação forçada: Cilindro de CO2; Regulador de fluxo ou pressão do CO2; Cerveja no post mix, barril ou […]

7 Técnicas de utilização de lúpulo em sua cerveja: vantagens e desvantagens

escrito por emporiodolupulo

Entenda as vantagens e desvantagens de cada técnica de lupulagem em sua cerveja. Lupulagem tradicional de amargor Vantagens: É o método mais comum de adicionar lúpulo em uma receita. Geralmente inicia-se com a adição de lúpulos no início da fervura. A lupulagem tende a criar uma cerveja balanceada entre amargor tradicional e sabor maltado Propriedades […]

Como são as reações enzimáticas na cerveja?

escrito por emporiodolupulo

Sempre que falamos de mostura, devemos levar em consideração como o amido é quebrado em açucares fermentáveis, e como é possível surgirem enzimas mágicas ali dentro da panela. Acontece que estas enzimas já estão no grão de malte, só não foram ativadas ainda. Mas quem ativa estas enzimas então???  Simplesmente o calor, por isso estabelecemos […]

Açúcares usados na fabricação de cerveja

escrito por emporiodolupulo

A maioria das células comilonas de fermento consomem primeiro: Isso significa que as leveduras são glucofílicas, isto é, utilizam a maior parte da glicose no mosto antes de consumir os outros monossacarídeos. Mas no que isso implica em nossa fermentação? Se nosso mosto tiver níveis elevados de glicose e frutose (por exemplo, 15-20%) estes açucares […]