5 dicas que vão melhorar suas lagers

Você sabe a diferença entre Lagers e Ales?

5 dicas que vão melhorar suas lagers

by emporiodolupulo

Você sabe a diferença entre Lagers e Ales?

 

Talvez você tenha dificuldades em diferenciar uma ale de uma lager apenas tomando. Ambos os estilos de fermentação possuem cervejas claras e escuras, leves ou fortes, refermentadas, lupuladas e maltadas.

Mas lagers e ales são diferentes e a principal diferença têm a ver com levedura e fermentação.

Primeira dica:

Cervejas Lagers fermentam em temperaturas mais baixas do que as cervejas ales, geralmente entre temperaturas de 7 a 13°C. Estas leveduras são lentas, o que significa que você precisa de mais células para realizar a tarefa em questão.

Então, coloque o dobro de fermento em relação a uma Ale. Se a ideia de propagar leveduras não te deixa a vontade, considere o uso de excelentes variedades liofilizadas, como Saflager W-34/70, S-23, S-189 ou Diamond, ou até mesmo líquidas como SY-001 ou SY-002.

Segunda dica:

É uma prática comum do cervejeiro inocular a levedura ao mosto em temperatura ambiente e depois resfriar a fermentação a 7–13 ° C. Mas esta técnica pode ser uma garantida de criar ésteres indesejados, que são desaprovados em uma boa cerveja.

Se você inocular uma boa quantidade de fermento, não há razão para se preocupar. Use a quantidade adequada e vá direto para a temperatura que sua variedade de levedura prefere.

Terceira dica:

O frio pode significar uma fermentação mais longa, mas há um “macetão” para acelerar as coisas. Faça leituras regulares da gravidade e aumente a temperatura em 2,8 °C quando sua cerveja estiver pela metade da sua conclusão.

Se o mosto tiver uma gravidade específica original (SG) de 1,050 (12,5 ° Plato) e você espera que a gravidade final seja em torno de 1,010 SG (2,5 ° P), sua levedura Lager precisa declinar 40 pontos de gravidade específica (10 ° P). Metade de 40 SG (10 ° P) é 20 SG (5 ° P), o que significa que você pode aumentar a temperatura ao medir uma gravidade específica de 1.030 (7.5 ° P). Se você quiser tornar o processo coisas mais rápido, considere usar o método Fast Lager.

Quarta dica:

A fermentação Lager é em temperatura baixa e muito menos agressiva que a fermentação Ale, o que oferece uma oportunidade para que mais diacetil permaneça na cerveja pronta (temperaturas mais altas promovem a redução de diacetil).

Se você inocular células de levedura suficientes e conduzir uma fermentação saudável, é improvável que o diacetil seja um problema, mas há uma maneira fácil de ter certeza. Quando a fermentação se aproximar do fim, apenas aumente a temperatura para 16 °C e mantenha por alguns dias. Garantia de livrar sua Lager de qualquer diacetil na cerveja.

Quinta e última dica:

A palavra lager vem do lagern alemão, o que significa “manter” ou “armazenar”. A etimologia sugere a longa fase de condicionamento frio tradicionalmente associada a esses estilos de cerveja. Cervejeiros caseiros que conduzem cronogramas de fermentação acelerados são capazes de produzir boas cervejas em apenas duas semanas, mas não há mal nenhum em esperar mais.

Paciência é uma virtude com essas cervejas, e as cervejas geralmente são melhores com alguma maturidade.

Mantenha as lagers prontas em temperaturas frias, perto do ponto de congelamento da água, próximo a 0 °C até que você esteja pronto para envasar. E tenha certeza de que elas ficarão felizes em esperar sem pressa por você.

Quando estiver pronto para o envase, tenha certeza de que com estas 5 dicas, você terá uma excelente lager para degustar.