fbpx

41 99667-1029

comercial@emporiodolupulo.com.br

Como harmonizar cerveja com queijo?


Normalmente, os amantes do vinho selecionam o queijo para a sua harmonização, fazendo parte de um costume antigo, e muito delicioso! Mas você já pensou em harmonizar cerveja e queijo, como será que essa harmonização ficaria?

 

Há uma grande cartela de opções com essa combinação, mas, primeiro de tudo, é preciso entender sobre a sua origem. A harmonização começou a ser uma prática por que para produzir o vinho nos países europeus, é muito mais complicado do que se imagina.

 

Naquele tempo, a exportação não era como é hoje, então, harmonzar cerveja com queijo é uma das tradições que persistiram, e ainda fazem o maior sucesso!

 

O processo da cerveja pode ser inúmeros, então a harmonização do queijo pode ser de forma variada também. Para realizar a harmonização, é preciso encontrar um equilíbrio, pois isso torna a apreciação da bebida e do alimento única, sendo muito proveitosa para quem resolve experimentar!

 

Curiosidade: Os ingredientes da cerveja se assemelham muito com o processo para a produção do pão, e é por esse motivo que o queijo pode “casar” perfeitamente com a cerveja, ambos se relacionam pelo fator dos laticínios.

 

A questão do aroma também é primordial. Ambos os aromas se assemelham, as cervejas e os aromas e os sabores se assemelham aos dos queijos, por exemplo: os aromas de nozes, castanhas, amêndoas e caramelo, sendo comum, serem mais presentes nos queijos mais curados.

 

É preciso selecionar o queijo com maior teor de gordura, é preciso procurar por rótulos mais ácidos, com acidez pronunciada, como uma forma de equilibrar estes dois atributos.

 

Entender sobre os tipos de queijo é uma das melhores opções para não sair perdendo na hora de realizar a sua combinação perfeita, é preciso saber escolher!

 

  • Conheça os tipos de queijo:

 

– Macios e Cremosos:

 

Não maturados:

 

– Minas Frescal, Ricota Fresca, Requeijão, Cottage

 

– Maturados por fungos na superfície:

 

– Brie, Camembert

 

Maturados por microorganismos na superfície:

 

– Limburgo, Saint-Paulim, Taleggio

 

Maturados por fungos no interior:

 

– Roquefort, Gorgonzola, Stilton, Donablu

 

Maturados massa crua:

 

– Minas Meia Cura

 

Maturados massa semicozida:

 

– Minas Padrão, Estepe, Prato

 

Semiduros: Com fermentação propiônica:

 

– Gruyère, Emmental, Comté, Colônia Uruguaio

 

Sem atividade propiônica:

 

– Reino, Cheddar, Provolone

 

Duros:

 

– Parmesão, Montanhês, Pecorino, Sardo

 

Mas o equilíbrio da cerveja pode advir de inúmeras formas, as combinações não são exclusivas. Há tipos de gostos, e de preferências.

 

Você pode realizar degustações até conhecer o que harmoniza melhor em relação ao seu próprio gosto pessoal, não deixe de separar uma água para realizar a limpeza do paladar e diminuir o sabor do álcool na boca.

 

Uma das cervejas que mais combinam com queijo duro, são as escuras. Esses queijos, como já vimos podem variar desde grana padamo, parmesão e pecorino.

 

As populares cervejas de trigos são as melhores para harmonizar com queijos como o boursin, ricota, cottage, cream cheese e feta. Podendo servir também para os com casca natural como o chabichou e crotin de chavignol e os semimacios como chevrotin, roblochon e saint-paulin.

 

Já os queijos defumados possuem sabores mais profundos e que podem harmonizar melhor com cervejas do mesmo tipo, ou seja, produzidas a partir de maltes defumados.

 

Para os queijos do tipo branco mole como o Brie, Camembert e Sharpham, são queijos que combinam muito bem com geleias e por isso podem ser a combinação ideal com as cevejas dos tipos fruit beer, lambic, weissbier, witbier e saison.

 

Na seleção do queijo gorgonzola, que é considerado um dos mais antigos dos queijos de fungo azul, tem um aroma pungente característico e perfil de sabor intenso. Sua massa cremosa derrete na boca, trazendo um sabor levemente picante e um tanto salgado.

 

Gostou das dicas sobre harmonização de cerveja com queijo? Tente você mesmo, e celebre com as pessoas que você mais gosta a arte da harmonização! A dica de ouro é sempre se reinventar, teste cervejas artesanais de diferentes tipos e queijos de qualidades diversas, assim você poderá aproveitar para abranger seu conhecimento sobre o tema na prática!

 

Fala cervejeiro! Está curtindo nossos posts? Não deixa de comentar! 🙂 

 

PARTICIPE DO NOSSO CANAL DO TELEGRAM E SEJA O PRIMEIRO A FICAR POR DENTRO DE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS: https://t.me/emporiodolupulo